Početna Gostujuće kolumne [ENTREVISTA] A Revolução do Polo Aquático
[ENTREVISTA] A Revolução do Polo Aquático PDF Ispis
(1 ocjena, prosjek: 5.00 od 5)
Gostujuće kolumne
Autor Tomo   
Utorak, 09 Lipnja 2020 22:43

Saudações caros leitores e leitoras. A história de hoje é sobre um ex-nadador que decidiu que há coisas melhores na vida do que contar azulejos no fundo da piscina. A partir dessa epifania, ele decidiu trocar para o melhor esporte conhecido no mundo, o Polo Aquático. Dez anos depois, Eric Flório não se tornou um jogador de Polo Aquático profissional, mas sim um desenvolvedor de jogos profissional.

A indústria dos Games, que em 2018 atingiu impressionantes 120 bilhões de dólares em receita, com 2 bilhões de jogadores ao redor do mundo, tem previsão de crescimento vertiginoso em 2020, podendo chegar a impressionantes 196 bilhões de dólares em receita (eu achei isso no Google e adicionei um pouco de hype. Não confie cegamente no que estou dizendo, você sabe como é a mídia).

Já que, no seu tempo livre, Eric ainda joga Polo Aquático, ele decidiu combinar suas duas maiores paixões. Neste exato momento, em algum lugar do Brasil, Eric está por conta própria, lidando com dois desafios chave que qualquer um que se proponha a desenvolver um videogame de Polo Aquático precisaria lidar: desenvolver um jogo de Polo Aquático, e desenvolver um jogo que nunca foi desenvolvido antes. Inovar a partir dos seus próprios passos é difícil, mas inovar no Polo Aquático é ainda mais difícil. Eu suponho que os chefões do Polo Aquático não o estejam ajudando. Eu, pessoalmente, acredito que, durante a criação dessas novas regras, não tenham sido consideradas maneiras de facilitar o desenvolvimentos de um videogame do nosso tão amado porém completamente desconhecido esporte. Acredite, isso sequer passou pela cabeça deles. Mas não temam. Se se há algo que não falta no Polo Aquático, são pessoas com pensamento progressista, voltado para o futuro.

Enfim, nesta entrevista você descobrirá o que leva alguém a tomar para si uma tarefa tão árdua e trabalhosa (e ao mesmo tempo de tanta importância) quanto a criação de um videogame de Polo Aquático. Nessa entrevista, vocês vão descobrir, senhoras e senhores, quais desafios aguardam aqueles que decidem encarar tarefas de tal tamanho. E, mais importante ainda, você descobrirá porque os pioneiros precisam fazer trabalho em dobro, e porque merecem também o dobro do respeito. Nessa incrível entrevista, você conhecerá alguém que foi o primeiro a dizer: “Dane-se! Vou criar eu mesmo um videogame de Polo Aquático!”

Agora que tenho sua atenção; que você entende o quão importante é este projeto para o esporte Polo Aquático como um todo; e que você entende o que está em jogo aqui; sem mais delongas, trago a vocês… Water Polo Revolution!.

1. Olá, Eric Flório. É um prazer fazer essa entrevista com um potencial pioneiro como você. Vamos começar com a sua relação com o Polo Aquático. Como conheceu o esporte? Qual é o papel dele atualmente na sua vida?

Primeiramente, saudações aos leitores e leitoras, e obrigado por me dar essa oportunidade de falar sobre o videogame de Polo Aquático que estou desenvolvendo.

Comecei a jogar Polo Aquático quando já era relativamente velho, em torno de uns 21 anos de idade (estou com 31 agora). Antes disso, eu praticava natação. Eu gostava de nadar, principalmente por conta das competições, mas aos poucos comecei a perder a motivação. Entretanto, eu aguardava ansiosamente pela última sexta feira do mês, quando a minha equipe de natação fazia um jogo de Polo Aquático recreativo na piscina. A água batia na altura do umbigo e sequer conhecíamos direito as regras, mas, mesmo assim, eu me divertia 10 vezes mais do que em qualquer outro treino de natação. Até que um dia, decidi sair da minha zona de conforto e trocar a natação pelo Polo Aquático em definitivo.

Desde então, o Polo Aquático tem sido uma parte extremamente importante da minha vida. Independentemente dos problemas que eu esteja passando, esqueço tudo quando estou jogando. E quando acaba o treino, já fico ansioso para que chegue o próximo.

O Polo aquático não é dos esportes mais famosos no Brasil (futebol recebe quase toda a atenção), tanto que o time em que eu jogo é o único do estado (Rio Grande do Sul). Precisamos viajar para outros estados e países próximos para jogar torneios.

Não sou um jogador de Polo Aquático profissional, jogo somente porque me faz bem (em vários sentido). Mas gostaria de poder tornar o esporte ainda mais presente na minha vida, e a maneira que eu arranjei para fazer isso foi criando o Water Polo Revolution. Dessa forma, consigo juntar as minhas duas maiores paixões (Polo Aquático e videogames) em algo que, se tudo der certo, poderá me prover sustento.

 

2. Você poderia contar um pouco sobre sua formação profissional e como o desenvolvimento de jogos surgiu na sua vida?

Apesar de sempre ter gostado muito de jogos, demorei para descobrir que isso poderia ser realmente uma profissão. Minha primeira formação foi em design gráfico. Por aproximadamente 4 anos tive uma empresa que oferecia serviços de criação de identidades visuais e sites. Os conhecimentos que adquiri nesse período certamente me ajudam até hoje no desenvolvimento de jogos.

O ponto de mudança foi quando decidi fazer uma pós graduação, mas não sabia exatamente em que. Estava pensando em escolher marketing, branding… Mas acabei escolhendo Desenvolvimento de Jogos Digitais, a opção que realmente me deixava empolgado. Hoje vejo claramente que essa foi uma decisão muito acertada.

Desde então, desenvolvi alguns projetos pessoais (infelizmente ainda não publicados), trabalhei em alguns jogos mobile, e também fui game designer de um jogo educativo em realidade virtual.

 

 

3. Agora que já fizemos as devidas apresentações, vamos começar com a pergunta mais óbvia: como você acabou se envolvendo na criação de um videogame de Polo Aquático e quanto tempo demorou para sair de uma ideia até chegar de fato no desenvolvimento do jogo?

É algo que eu já queria desenvolver há tempos, mas que nunca tinha surgido a oportunidade... até o início de 2019. Uma série de fatores possibilitaram que eu me dedicasse completamente ao projeto. Ainda há MUITO trabalho a ser feitos, mas algumas das mecânicas básicas já estão funcionando, e os gráficos já estão decentes. Acredito que o que foi desenvolvido até agora já demonstra que esse será o mais avançado videogame de Polo Aquático já criado.

Alguns anos atrás, decidi criar um pequeno jogo de Polo Aquático. Algo simples, que eu demorasse apenas alguns dias para terminar. Não tinha a intenção de publicar o jogo ou coisa do tipo. Era somente um exercício de aprendizado e uma maneira de fazer uma pequena homenagem ao esporte que eu amo. Após uns 3 dias, estava pronto o Water Polo Pixel Challenge, um jogo realmente simples, onde o jogador controla sempre o time que está atacando, enquanto o time que defende é controlado pelo computador, com uma inteligência artificial extremamente básica. Cada defensor fica parado na sua posição, indo em direção ao adversário mais próximo somente quando ele estiver com a bola.

(Water Polo Pixel Challenge está disponível como recompensa para todos os meus apoiadores do Patreon. Mais sobre isso adiante na entrevista.)

Apesar da simplicidade, muitos praticantes de Polo Aquático que testaram o jogo conseguiram perceber nele similaridades com o jogo real. Ou seja, eu estava no caminho certo para que os amantes do Polo Aquático realmente se sentissem representados.

Infelizmente, após um certo tempo jogando, os jogadores descobriam algumas táticas que tornavam o jogo muito fácil de ser vencido. Para criar um jogo que realmente se assemelhasse ao Polo Aquático real, e que possuísse profundidade suficiente para que pudesse ser jogado por muito tempo, eu precisaria criar um jogo mais complexo, com muito mais mecânicas.

Entretanto, a ideia ficou guardada por um bom tempo. Por estar trabalhando em outros projetos, simplesmente não era o momento certo para me dedicar a ele. Mas esse momento finalmente chegou. Após sair do meu último emprego e ter juntado algumas economias, percebi que seria a hora certa para me dedicar completamente a esse projeto que já tinha se tornado o jogo dos meus sonhos.

 

4. Então você terminou seu projeto anterior. Tinha um dinheiro guardado. Você poderia nos falar mais sobre como chegou à decisão de encarar tamanha tarefa? Como o dinheiro influenciou esse processo de decisão? Você pensou em montar uma equipe para te ajudar no desenvolvimento do jogo?

No começo, eu tinha vontade de criar um jogo de Polo Aquático apenas por conta do meu amor pelo esporte. O longo do tempo, contudo, foi necessário explorar outros aspectos dessa ideia. Será que me dedicar a esse projeto estava de acordo com meus planos de carreira para o futuro? Será que haveria pessoas suficientes interessadas em comprar o jogo? Será que eu conseguiria retorno financeiro que me permitisse continuar desenvolvendo jogos?

Em termos de carreira, cheguei a conclusão de que esse projeto seria um bom caminho, pois, no mínimo, me renderia um ótimo case para o portfólio. Também me permitiria aprender mais sobre certas áreas que não tenho tanto conhecimento, como por exemplo programação. A liberdade de trabalhar em um jogo próprio, e a motivação por estar criando o jogo dos sonhos também pesaram em favor de me dedicar completamente ao projeto.

Em termos de retorno financeiro, ainda não tenho uma resposta definitiva. Mas acredito que seja possível sim obter um bom resultado. Polo aquático não é um dos esportes mais famosos, mas, mesmo assim, possui muitos praticantes ao redor do mundo, os quais costumam ser bastante apaixonados. Como atualmente não existe nenhum outro jogo de Polo Aquático, eu não teria concorrentes. Além disso, pretendo também alcançar o público geral, que ainda não conhece Polo Aquático.

Além de decidir se eu realmente iria me dedicar a esse projeto, precisei também definir como organizaria o desenvolvimento do jogo. Acabei optando por trabalhar sozinho, sendo responsável por todas as áreas do desenvolvimento (game design, arte, e programação), além de outras áreas correlatas como marketing e gestão da comunidade. A principal desvantagem dessa abordagem é que o desenvolvimento é mais lento, pois não tenho outras pessoas para dividir as tarefas. Entretanto, montar uma equipe pode ser difícil, principalmente quando não se tem dinheiro para contratações. Sem uma fonte de renda confiável, aumentam muito as chances de membros da equipe deixarem o projeto durante o desenvolvimento, em favor de outra oportunidade que forneça mais estabilidade financeira.

Mas não estou fechado para outras possibilidades. No futuro, poderei buscar por outras pessoas para fazerem parte da equipe, caso eu avalie que há necessidade.

 

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

 

5. Então, basicamente, independentemente do resultado do jogo, você vai estar ganhando experiência e expertise. Nada mal, devo dizer. Espero que todos estejam aprendendo uma coisa ou outra com você.
Mas vamos falar sobre dinheiro novamente. Pessoalmente, acredito que será ótimo para o esporte se o seu jogo se mostrar lucrativo. Então, com isso em mente, vamos continuar. Nunca se sabe, pode haver investidores lendo esta entrevista. Seria vantajoso para eles? Você já definiu objetivos para o projeto? O jogo está sendo pensado para gamers hardcore, ou para jogadores de Polo Aquático? Você poderia tentar vender a ideia do jogo para mim e para os demais que estão lendo?

De maneira geral, estou criando um jogo de Polo Aquático realista, onde seja possível realizar as principais ações de um jogo de Polo Aquático da vida real. Estou me baseando nesses 3 princípios para desenvolver o jogo:

A verdadeira sensação de jogar Polo Aquático: as mecânicas do jogo devem simular a sensação de jogar Polo Aquático na vida real. Para isso, preciso repensar algumas convenções existentes em outros jogos de esporte. Um bom exemplo disso é o papel central que a chinchada possui no jogo, e a maneira como os controles foram pensados para permitir variações de chinchada>chute ou chinchada>passe. Ou seja, as características únicas do Polo Aquático estarão representadas neste jogo.

Uma maneira divertida de aprender: o Polo Aquático possui uma grande quantidade de regras, e exige muita interpretação em todas as situações, sendo relativamente complicado para que iniciantes entendam completamente. Além disso, iniciantes também podem ter dificuldades com questões relativas a tática (quais são as principais táticas, quando usá-las, como anular a tática do adversário e etc). Como o Water Polo Revolution buscará representar o esporte com realismo, as questões de regras e de táticas serão absorvidas pelos jogadores de maneira natural e divertida, conforme jogam o jogo. Também poderá haver tutoriais ou “manuais” que ensinem essas questões de maneira mais explícita.

Mais fãs: Estou desenvolvendo esse jogo pensando principalmente em quem já é fã de Polo Aquático, ou seja, pessoas que se sentiriam representadas pelo jogo, que ficariam empolgadas com a ideia, e que sentem necessidade da existência de um videogame de Polo Aquático. Porém, essa parece ser também uma ótima oportunidade para alcançar pessoas que ainda não conhecem o esporte, através de um meio mais familiar a elas, o videogame (nem todos estão acostumados às piscinas ou a praticar esportes na vida real). Gostaria que esse jogo pudesse trazer mais fãs para o esporte, contribuindo (mesmo que pouco) para que o Polo Aquático se torne mais difundido.

 

 

6. Não é um mau discurso de venda, devo admitir. Seguindo nesse caminho, como está o jogo agora e quais funcionalidades você planeja que ele tenha quando finalizado?

Atualmente, é possível movimentar seus jogadores, passar a bola e chutar a gol. Os personagens já possuem animações simples e já está implementada a base do sistema de customização de personagem. Os atletas já possuem um entendimento básico da sua posição no campo, podendo alterar a formação e ocupar os espaços vazios deixados por outros.

No momento, estou trabalhando em melhorias visuais (cenário, iluminação, animações…), para poder criar um trailer do jogo. Em seguida, focarei na inteligência artificial dos jogadores, uma tarefa complexa que terá de ser revisitada ao longo de todo o desenvolvimento do jogo, mas que é essencial para que a experiência seja divertida e realista.

Essas são as principais funcionalidades que o jogo possuirá quando concluído (essa lista não é definitiva, pode haver mudanças):

  • Criação e customização de personagens;
  • Criação de times;
  • Criação de campeonatos;
  • Campeonato Mundial (disputado entre as seleções dos principais países);
  • Diferentes estratégias de ataque e defesa;
  • 3 tipos de chute (padrão, quicado e por cobertura), mais alguns chutes que dependem da situação, como por exemplo o chute de revés;
  • 3 tipos de passes (no alto, na água, e na frente);
  • Atributos dos jogadores (Chute, Velocidade, Defesa, Força, Inteligência, e Habilidade);
  • Replay dos gols;
  • Multiplayer local;
  • Estatísticas dos jogadores (gols por jogo, chutes por jogo, bloqueios por jogo...)
  • Modo Carreira;
  • Informações sobre táticas de jogo;
  • Comentarista.

Lancei há pouco tempo uma versão Pré-Alpha do jogo, incluindo tudo que foi desenvolvido até o momento. Essa versão está disponível para todos os apoiadores do Patreon. Se você já é um apoiador, basta acessar este link.

Se você ainda não é um apoiador, pode ver mais informações aqui.

 

6. Not a bad pitch I must say :) Let us continue with it and see where it takes us. How is the game now and what features do you expect the game to have once it's finished?

Currently it is possible to move your characters around, pass the ball and shoot towards the goal. Characters already have animations, and the basis of the customization system is in place. Players already have a basic understanding of their position on the pool and can change formation and fill in the blank spaces left by others.

My next step will be to focus on players' artificial intelligence, a complex task that will have to be revisited throughout the game's development, but which is essential to making the experience fun and realistic.

These are the main features the game will have when it is finished (there may be changes, this list is not definitive):

  • Character customization;
  • Team customization;
  • Championship creation;
  • World Championship (between national teams);
  • Different defense and attack strategies;
  • 3 kinds of shots (regular shot, skip shot and lob shot), plus some situational ones, like backhand shot;
  • 3 kinds of passes (dry pass, wet pass and lead pass);
  • Player attributes (Shot, Speed, Defense, Strength, Intelligence, Ability);
  • Camera replay;
  • Local Multiplayer;
  • Player statistics (goals per game, shots per game, blocks per game...);
  • Career Mode;
  • Explanation about specific Water Polo tactics;
  • Commentator (in English).

I just released a new Pre-Alpha version, including everything that has been developed so far. It’s open for Patreon supporters of any tier. If you are already a Patreon supporter, just access this link.

If you are not a patron yet, you can learn more here.

 

 

7. Se por acaso alguém quiser ajudar no desenvolvimento do jogo de alguma maneira, como e onde isso pode ser feito? Há alguma forma de fazer doações?

Não sou uma grande empresa de jogos. Não possuo muito dinheiro para investir no projeto. Não tenho recursos para contratar pessoas para trabalharem comigo. Sou um desenvolvedor independente, criando esse jogo por amor ao esporte, trabalhando nesse projeto sozinho e em tempo integral.

Portanto, toda ajuda é válida para que o projeto possa sair do papel. Aqui estão algumas maneiras com as quais você pode contribuir.

Patreon

Através do Patreon é possível contribuir com doações mensais. Diferentes valores dão acesso a diferentes recompensas. Como estou me dedicando somente a esse projeto, não tenho outras fontes de renda. Dessa forma, o dinheiro doado me ajuda a pagar as contas e comprar comida. Também utilizo as doações para adquirir softwares necessários para o desenvolvimento do jogo. Para mais informações, confira a minha página no Patreon: patreon.com/waterpolorevolution

Seguir e compartilhar nas redes sociais

Estou utilizando principalmente o Instagram para divulgar o jogo e informar as pessoas sobre o meu progresso. Dessa forma, seria de grande ajuda se você me seguisse e compartilhasse a minha página com seus amigos. Basta procurar por @wp_revolution. Você também pode compartilhar em outras plataformas, como por exemplo o grupo de WhatsApp ou Facebook do seu time de Polo Aquático.

Discord

Existe também um canal no Discord, onde é possível participar de forma mais ativa do desenvolvimento do jogo, discutindo ideias, dando sugestões e feedbacks. Aqui está o link: discord.gg/Rma8xJx

 

7. If by any chance somebody wants to get involved in the development of this Video Game, or if somebody just wants to help you finish this project, how and where could they do that? Do you have your own company they could donate their money to?

I'm not a big game company. I don't have much money to invest in the project. I can't afford to hire people to work with me. I am an independent developer, creating this game because of my love for the sport, working alone and full time on this project.

Therefore, all help is valid to get the project off the ground. Here are some ways you can contribute.

Patreon

Through Patreon it’s possible to contribute with monthly donations. Different values give you access to different rewards. As I’m only working on this project, I have no other source of income. That way, the donated money helps me to pay the bills and to buy food. I also use the donations to buy some softwares needed for the development of the game. For more information, check out my Patreon page at www.patreon.com/waterpolorevolution.

Follow and share on social media

I’m mostly using Instagram to promote the game and to keep people updated about my progress. That way, it would be a great help if you could follow me and share my page with your friends. Just search for @wp_revolution on Instagram. You can also share it on other platforms, such as the WhatsApp or Facebook group of your Water Polo team.

Discord

There is also a Discord channel where you can participate more actively in game development, discussing ideas, giving suggestions and feedback.

Here is the link to join the channel: discord.gg/Rma8xJx

 

8. Aí está, pessoal. Se alguém quiser fazer perguntas ou doações, ou ambos, já sabe como entrar em contato com Eric.
É hora da última e mais importante pergunta que poderíamos fazer. Ao longo de toda a entrevista, você não mencionou nada sobre os goleiros. O que você planeja para eles? Será possível defender com o pé?

Percebo que você tem um interesse especial neste tópico (risos). Ainda não comecei a trabalhar nos goleiros, mas eles serão de fundamental importância para tornar o jogo realista.Um goleiro que joga bem demais ou mal demais pode quebrar a imersão do jogador. Não só isso, o goleiro precisa parecer realista em uma grande variedade de situações. Os jogadores tentarão burlar o sistema, tirar vantagem de qualquer bug possível, então preciso garantir que todos os jogadores (mas em especial os goleiros) se comportem de maneira consistente em todas as situações.

Além dos comportamentos padrão de um goleiro, eles também serão capazes de fazer tudo que os seus companheiros de linha podem fazer. Então, por exemplo, você conseguirá levar seu goleiro até o campo do adversário e marcar um gol (graças às novas regras).

Entretanto, há muitas coisas indefinidas ainda. Não sei se será possível controlar o goleiro enquanto ele não estiver com a bola. Ou talvez isso só seja possível em certas situações, como em um pênalti, ou em um homem a menos.

Quanto a defender com os pés, eu não tinha pensado nisso. Mas acho que seria super legal, obrigado pela ideia! Ainda não sei como isso funcionaria no jogo, mas já adicionei à minha lista de tarefas.

 

Bom, agora que tudo já foi dito, espero que Eric tenha conseguido convencer você a comprar essa ideia (não só a ideia, mas também o jogo em si), assim como ele já me convenceu.

 

 

PS:

Não esqueça de deixar seu like, compartilhar, e seguir a nossa Página do Facebook. Esta é só a nossa primeira entrevista em Português. Desde já, muito obrigado pelo seu apoio :)

Tomo Bujas

PS

Don't forget to click like, share and hit that follow button on our Facebook page. This is just our first interview in Portuguese. In advance, thank you very much for you future support :)

Tomo Bujas

 

Komentari

Morate biti prijavljeni za slanje komentara i odgovora.
Radim....
Poslano
Nije uspjelo